Loucos devaneios de quem tem demasiado tempo livre...

sexta-feira, fevereiro 09, 2007



estou licenciada.

segunda-feira, janeiro 29, 2007

Conversas com Deus

Deus, obrigada pela força que me dás todos os dias. Tenho saúde, força e vontade dentro de mim. Tudo isso vem de Ti. Iluminas-me todos os dias, mesmo quando duvido da Tua existência, mesmo quando não presto atenção aos Teus sinais. Sempre estiveste comigo, sempre me pousaste a Tua mão no ombro. Estiveste sempre comigo mesmo quando errava. Sussurravas ao meu ouvido. E mesmo quando eu me fazia de surda, não me abandonaste. Obrigada. Às vezes penso: "Não sei conversar com Deus". Mas depois sei que independentemente da maneira como falo contigo, Tu ouves-me, Senhor. Sempre me ouviste.
Obrigada por me teres dado a vida, por me teres salvo a vida.
Ainda tenho dúvidas. Ainda tenho falhas na fé. Quase todos os dias. Mas quero ficar tranquila, porque sei que estás a meu lado. Tudo tem o seu tempo, eu tenho o meu, o Teu tempo. E mesmo quando falta a paciência, mesmo quando quero respostas um-dois-três, Tu tranquilizas-me. Ainda não sei bem como, ainda não entendo bem porquê. Mas aceito. Conheci-te por alguma razão. Aceitei-te por alguma razão. Tudo o que tem acontecido tem a Tua razão. E mesmo quando penso: "Da minha vida cuido eu!", sei perfeitamente que da minha vida cuidas Tu. E de certa forma, isso é bom. É bom ter fé, é bom sentir essa paz. Mesmo quando duvido, a paz continua lá.
Nesta nova fase da minha vida, em que há um fim e um princípio exactamente na mesma linha, não tenho medo. Não tenho, porque sei que em Ti sou vencedora. Acho que sempre o fui.
Continua a proteger-me. E deixa-me usufruir daquilo que me tens dado. Concede o entendimento a quem tens de conceder. E não tires a Tua mão de cima do meu ombro.

quinta-feira, janeiro 25, 2007

... ´Cause to love you means so much more...

terça-feira, janeiro 23, 2007

Homenagem da Amiga com uma vida filha da p***


+amo-a*

quinta-feira, janeiro 18, 2007

A Amiga com a vida filha da p***


Ar angelical? Uma santa na terra? Um poço de doçura? NOT! A Piloto, aka Anokinhas, é a minha Amiga (com A grande, porra!) com a vida filha da p***. Decidi escrever sobre ela, porque apesar de ser melhor ter uma vida filha da p*** do que uma p*** de vida, não há ninguém como ela. E eu gosto de escrever sobre 'coisas' únicas.
Ela é o meu pratinho de legumes gratinados com farinheira. Faz-me rir às gargalhadas e desperta em vi a veia poética... Ora vejam alguns exemplos de pura poesia que eu lhe dediquei no Hi5:

Com os olicos maiores que ela
A lingua pra fora deitou
Depois levou um granda estaladao
Que ate ali arrochou!

Eu sei, eu sei... É bom demais para ser comentado... Mas há mais!

Ai não sei o que dizer
Ai não sei o que pensar
Ela é tão poderosa
Que até me custa falar!

A minha Amiga com a vida filha da p*** vai à loja dos chineses e experimenta bóinas, casacos. A minha Amiga com a vida filha da p*** compra-me canecas do Noddy para a troca de presentes de Natal, porque eu não tive tempor de comprar. E põe um Kinder Surpresa lá dentro. E fica contente por a prenda lhe ter calhado a ela. A minha amiga tem uma vida filha da p*** mas é das melhores pessoas que eu conheço. E eu amo-a. Muito se pode falar sobre ela. Gosta da Floribella, que eu sei. Mas não sabe quem é a bebé que canta "Está lá, está lá, quero falar com o meu papá!". E isso deixa-me triste. Porque alguém que não sabe quem é a Bebé Lilly não sabe o que é a vida.

A minha Amiga tem uma vida filha da p***, mas eu gosto dela. xD

quarta-feira, janeiro 10, 2007

A verdade do SIM ao aborto

Parece que nestes dias, e até 11 de Fevereiro, só vamos ouvir o SIM ao aborto e o NÃO ao aborto. O SIM pela vida e o SIM pela escolha. No meio de tantos SIM’s e NÃO’s, vindos de todas as direcções, como se de balas se tratassem, ninguém está a ir ao fundo da questão.
E a questão, a meu ver é: estará Portugal preparado para que a interrupção voluntária da gravidez seja liberalizada? Estamos a falar de um país onde as pessoas com doenças realmente graves esperam mais de um ano para serem atendidas. Será que no nosso pequeno Portugal, os hospitais públicos vão ter capacidade de fazer interrupções voluntárias de gravidezes?
Não, não vão. Não adianta fingir que sim, que a partir do momento em que o SIM ganhar nunca mais nenhuma mulher vai morrer por fazer um aborto. Ou que a partir do momento em que o SIM vencer e dar uma tareia ao NÃO vão deixar de aparecer notícias sobre Joanas, Fátimas Letícias, Vanessas e Daniéis. Não somos um país assim tão desenvolvido, não vale a pena fingir. O SIM ao aborto não vai significar o fim dos abortos clandestinos. O SIM ao aborto não vai fazer com que deixe de aparecer, às 20 horas, no início do telejornal, um pivot a dizer: “Boa noite. Uma criança de dois anos morreu vítima de maus-tratos”.
O SIM ao aborto não vai resultar em abortos em hospitais públicos, que trabalho que chegue têm esses, mas sim na abertura de clínicas privadas, onde quem faz um aborto paga mais do que um salário mínimo nacional. O IVA? Alto, muito alto. Para onde vai o dinheiro? Para onde vão os outros impostos todos. Vai tudo ficar igual: quem tem dinheiro, vai à clínica. Quem não tem, vai à parteira ali do vão da escada. Portanto, eu pergunto: Ao votar SIM, estou a contribuir para que o Estado faça disto não só um descargo de consciência mas também um negócio para poder diminuir o défice? Se a resposta é sim, eu voto NÃO.

quarta-feira, janeiro 03, 2007

It's the final countdown!

Faltam exactamente 21 dias para a minha última frequência enquanto estudante de Jornalismo da Escola Superior de Comunicação Social.
.
E 52 dias para a minha Bênção de Finalistas. Medo, muito medo...
.
Daqui a 53 dias, sou oficialmente uma LICENCIADA à procura de estágio. Palmas para mim! clapclapclapclapclap!
.
PS: por estas e por outras razões, o blog vai andar assim meio paradito... Sempre que puder dou um salto aos vossos. ;)

sábado, dezembro 30, 2006

2006 em revista

Conhecer-te. Apaixonar-me por ti. Amar-te mais a cada dia que passa. Começar uma vida nova desde que (me) permiti que entrasses na minha vida e tomasses em ti todo o meu corpo, coração e alma. Aprender a cada dia uma coisa nova. Aprender a ser mais tolerante e a ver as coisas com outros olhos. Nunca desistir é o teu lema, e passaste-o um pouco para mim. Deixar que pegasses na minha mão e me levasses à Igreja. Abrir o coração para ti e para Deus. Chorar sempre que vou à casa do 'papai do céu' e ter orgulho de dizer que vou à Igreja e que gosto imenso de ir.
Lutar por um estágio, quando toda a gente ia para a praia e para os Algarves. Pensar todos os dias ao acordar se realmente queria ser jornalista e trabalhar 12 horas por dia. Sempre com horas para entrar, mas nunca com horas para sair. (E cheguei à conclusão de que, apesar de ser uma profissão maldita, é a que quero seguir).
Regressar à escola com o desejo de terminar o curso rápido. O que está efectivamente a acontecer, porque dia 24 de Fevereiro é a minha bênção das fitas. Viver atolada em trabalhos e não ter vontade de os fazer. Chegar à conclusão de que não estou a aprender nada de novo e que mais valia estar já formada do que estar a gastar dinheiro e ficar na mesma.
Deixar, definitivamente de fumar. Trocar os pregos para o caixão por uma inscrição no ginásio.
.
2007 espera-me. Talvez seja O ano também. Planos novos e exuberantes. Mudanças que trazem medo e esperança. Mas tenho a certeza que vou lutar SEMPRE! Que nunca vou baixar os braços e os meus sonhos só serão parte do meu dia-a-dia se trabalhar para isso e se tiver fé em Deus. E o meu tchutchuco ao meu lado, claro!
.
Para todos os meus amigos, desejo o dobro daquilo que me desejam a mim... Para o pessoal do blog, que continuem cheios de força e esperança. Desejo-vos tudo de bom!
.
E agora permitam-me que o que se segue seja só para o meu Léozinho:
Amor da minha vida, mais um ano se passou. Este foi apenas o primeiro da nossa vivência enquanto namorados, esposos de alma, parceiros de colchão, vida e boletim do Euromilhões (loool). Os próximos anos da nossa vida vão ser assim o triplo das emoções que partilhámos neste. Passámos juntos por muita coisa, coisas boas e más. Mas Deus a pouco e pouco foi tirando os obstáculos do nosso caminho. Ele está aberto para a nossa longa caminhada. E sabes? Já ouço os acordes dos HERÓIS DO MAR e da PÁTRIA AMADA. AMo-te com todas as minhas forças!
.
FELIZ 2007! E até para o ano que vem!

domingo, dezembro 24, 2006

Merry Christmas!


A todos os que visitam o nosso blog, UM FELIZ NATAL! A todos os que não visitam, UM FELIZ NATAL! A todos aqueles que já estiveram para o visitar, mas à última hora desistiram, UM FELIZ NATAL!!! Àqueles que preferiram ver outros blogs em vez deste, UM FELIZ NATAL! Àqueles que não lêm os nossos textos, mas depois dizem: "Ah e tal, escreves tão bem....", UM FELIZ NATAL! A todos aqueles que gostam do que é aqui escrito, UM FELIZ NATAL! Àqueles a quem faltou a luz no preciso momento em que estavam a ver o nosso blog, UM FELIZ NATAL! Àqueles que só vêm aqui de vez em quando, UM FELIZ NATAL! Àqueles que vêm sempre aqui, UM FELIZ NATAL! A todos os que gostam do blog, UM FELIZ NATAL!! Àqueles que não gostam, UM FELIZ NATAL! A todos os que gostam de nós, UM ÓPTIMO NATAL! Àqueles que não gostam de nós, UM NATAL FELIZ TAMBÉM!
.
FELIZ NATAL!! FELIZ NATAL!! FÊLIZ NÁTÁU! hihihi
.
.
Vinte mil abraços e beijos,
Ana&Léo!

quinta-feira, dezembro 21, 2006

Divagações

Amar-te. Sentir-te. Desejar-te. Querer-te. Adorar-te. Ser amada, adorada e querida. Deixar que me sintas, que me desejes. Porque não há ninguém no Mundo que seja mais EU do que tu. Os abraços, os beijos, as carícias. O prazer, o desejo, o amor. O amor. Adormecer no teu peito. Sentir o teu cheiro. Querer-te cada vez mais. Aprender a amar, aprender a aprender, aprender a viver, aprender a acreditar. TU és a razão de tudo. O amor existe! O amor existe! Onde andaste estes 20 anos da minha vida? Porque só apareceste agora? Já sei. Apareceste na hora certa. Apareceste na hora em que me andava a perder, em que me andava a enganar. A mim e aos outros. Tudo mudou naquela tarde de frio. E desde aí nunca mais te larguei. Nem vou largar. Tenho ciúmes. Muitos. E choro feita parva. Mas depois tu confortas-me e abraças-me e beijas-me. E é bom assim. Porque nós somos assim, somos únicos, somos marido e mulher. Gosto do teu sorriso, do som da tua gargalhada. Choro quando te vejo a chorar, mas agarro-te na mão com força. Assim choramos os dois, porque é assim mesmo que tem de ser. Onde tu fores eu vou. Para o Brasil? Vamos! Porque isto não faz sentido sem ti, porque nada na minha vida faz sentido sem ti. A TMN já não tem mensagens grátis. Agora não te posso enviar mensagens a toda a hora. A dizer que vou ao ginásio, que vou trabalhar, que vi um basofe engraçado, que o Pai Natal existe, mas é pobrezinho e pede esmola no metro. E tenho saudades. Tenho saudades tuas. Como se não te visse há anos. De ouvir Oasis contigo. De te ganhar no videogame. De te fazer um F-U e depois a cover.. Um, dois, três! And new WWE Champion is.... ANA GARCIA! LOL. Sou louca. E fica sabendo que é por tua causa. Tudo é por tua causa. Estás longe de casa, cansado e sem paciência. Mas mesmo assim arranjas forças extra para me dares, para que eu nunca desista dos meus sonhos. Meus que agora são teus também. Falando nisso, tens sonhos muito estranhos. Onde já se viu sonhar que se é conselheiro amoroso de um cantor indiano? E não venhas falar dos meus sonhos, porque sonhar que se está a fazer um workshop de jornalismo desportivo no meu ginásio e que o professor é o boss do SmackDown! é perfeitamente normal. O gajo ainda não me mandou as fotos. Acho que vou ter de me chatear, LOL. E eu não vim aqui para me chatear. Oferecer peúgas no Natal fui eu que inventei. E o Sport tem de jogar com tranquilidade, porque se o Sport não jogar com tranquilidade não é o Sport, porque o Sport joga com tranquilidade. Já estou a divagar. É melhor parar. The end. Amo-te.
.
Ufa! ISto foi uma experiência que o meu prof disse para fazermos. Escrever, escrever, escrever. Sem parar para pensar. Se isto vos parecer um pouco louco, não se admirem!;)

sábado, dezembro 16, 2006

O belo do El Corte Inglés

Alguns recados para os clientes chatos do El Corte Inglés... O que está em parêntesis é o que me apetece dizer quando estou com três horas de sono em cima e a ser massacrada...lol

  • não, não fazemos embrulhos (deve pensar que não tenho mais que fazer do que estar a embrulhar 50 canetas individualmente)
  • o balcão de embrulhos é ao fundo à esquerda, perto da Swatch, e ao fundo à direita, ao pé da Informática (portanto... baze. Não lhe vou embrulhar isso!)
  • não, a operação foi anulada, não lhe vai ser cobrado duas vezes, não... (você não sabe marcar o código como deve ser depois dá merda, claro...)
  • não, não fechamos à meia-noite. Fechamos às 23h30 (você deve pensar que eu tenho a sua vida, amigo...)
  • a fita-cola é daquele lado, no Espaço do Pintor (procure primeiro, chateie depois)
  • não, estas canetas não dão para crianças com dois meses, não. (não, para crianças de dois meses temos ali umas canetas de tinta permanente do melhor...)
  • não, não temos mochilas da Floribella (aliás, ninguém compra uma mochila da Floribella. Isso é suicídio social...)
  • não, não temos nada da Hello Kitty (porra da gata...)

Peço desculpa se há aqui algum cliente do El Corte Inglés... Isto é só um desabafo. Os clientes da papelaria do El Corte são uns bacanos! =)

domingo, dezembro 03, 2006

A modos que...

  • me apetece colar uma pastilha elástica na carapaça que a bruxa faz passar por cabelo;
  • até dava jeito ganhar o Euromilhões;
  • estou a pensar em fazer ADJ por exame;
  • os clientes do El Corte Inglés não cumprem o horário daquilo fechar, esquecendo-se com certeza que os funcionários têm aulas às 8 da manhã no dia a seguir e que ainda têm de ir apanhar o metro. Que, diga-se de passagem, não é propriamente o meio de transporte mais seguro para se andar sozinha a partir das 23h30;
  • ainda me vou esquecer de comprar as fitas de finalistas e aí é que a porca torcia o rabo (apesar de nunca ter percebido muito bem esta expressão...);
  • ando a dormir 5 horas por dia e ainda não deu o final do "PEDRO, O MILIONÁRIO"";
  • ando a ficar louca com a treta do trabalho de ADJ, que deve valer uns maravilhosos 5% da nota final;
  • ando sem tempo para ir ao ginásio, o que me anda a stressar;
  • ando preocupada com o visto do amor;
  • precisamos aí de uns 600 euros;
  • estou atolada em trabalhos e sem ânimo, nem tempo, para os fazer;
  • tenho mais trabalho com quatro cadeiras do que com 10;
  • ainda não vi as luzes de Natal da Baixa...

Isso explica a minha ausência por aqui... Não é que esteja a reclamar da vida (não, claro que não, que ideia, ora essa...), mas não tem sido fácil... Mas, no entanto:

  • vai fazer dois meses que deixei de fumar;
  • o amor vai passar o Natal comigo;
  • vou ver o SmackDown! na terça-feira;
  • já noto melhoras do ginásio;
  • até curto o trabalho lá no El Corte;
  • falta pouco para as férias de Natal;
  • a minha mãe fez as pazes com a minha tia;
  • o meu pai aceitou que o amor viesse passar o Natal connosco;
  • tenho ao meu lado o homem mais maravilhoso do Mundo, que me ama;
  • amo o homem mais maravilhoso do Mundo;
  • o Sporting ainda tem quatro pontos a mais do que as galinhas;
  • o amor vai passar o Natal comigo;
  • vou ver o Batista no SmackDown! na terça-feira;
  • continuo a querer ser jornalista;
  • as férias de Natal estão já aí.
  • e o amor vai passar o Natal comigo.

E prontos.

domingo, novembro 26, 2006



Há dias em que me apetece pegar em ti e fugir daqui. Meter umas roupas numa mochila e fugir... Só eu e tu... Para longe... Para longe dos problemas, das obrigações, do trabalho, das preocupações.

É que pegava mesmo na tua mão e dizia: "Vá, amor, vamos!". E tu ias dizer que sim, que querias vir... E íamos para uma ilha deserta e vivíamos como o casal da "Lagoa Azul". Eu fazia colares de conchas e andávamos por aí com saias de palha. E pescávamos... E tinhamos bebés bonitos como os deles... E lá continuaríamos a dividir a nossa existência um com o outro... Na mesma porção em que dividimos os pastéis de Belém, a jeropiga, o gelado de chocolate. Tudo.

És lindo. E eu amo-te. Tchutchuco...

domingo, novembro 19, 2006

São Paulo Futebol Clube: Campeão Brasileiro 2006




Aqui está ele... o clube do amor... o Tricolor!!! Hoje sagrou-se campeão do Brasileirão!!!! Aeeeee!! Além disso, já foi tricampeão mundial, em cima de clubes como Liverpool e Barcelona (acho eu...lool). É o melhor clube brasileiro!

O amor está feliz da vida! Eu também, confesso que estou contagiada com a onda do tricolor... Jogam futebol, futebol mesmo! E têm o melhor guarda-redes do Mundo! (sim, ainda melhor do que o Ricardo...=P) Não vejo a hora de ir ao estádio do Morumbi!! Se tudo correr bem, pode ser já muito em breve...=)

Salve o Tricolor Paulista

Amado clube brasileiro

Tu és forte, tu és grande

Dentre os grandes és o primeiro

Tu és forte, tu és grande

Dentre os grandes és o primeiro

*Parabéns ao amor, e a todos os São Paulinos!!! Podem vir cá para jogar uma peladinha com o meu Spórtem, ó fáxavor...=)*

quarta-feira, novembro 15, 2006

Ora cá vem um momento musical...


Baby come on, come on down
And love please don't make a sound
Let nature strike a chord
'Cos nature is the Lord that I depend
.
When you learn to cut it loose
All the things that've been drowning you
Let 'em slide from your hands
The foolish demands from the people round you
.
I know you can buy it in bottles and
I know you may find it with prayer
I know it all so very well
Until I get there then
.
I'll be looking for the sense
You can meet me where I am
And here I stand, and here I stay
.
I know you can buy it in bottles and
I know you may find it with pills
I know it all so very well
.
Stuck in this life where nothing changes
I'm born of man, I'm born of ages
.
I know you can buy it in bottles and
I know you may find it with prayer
I know it all so very well
.
I know you can buy it in bottles and
I know you may find it with pills
I know it all so very well
.
Until I get there then
Until I get there then
.
Until I get there then
Until I get there then
.
Richard Ashcroft - Buy it in Bottles
.
Sei que, quando um post é com a letra de uma música, o mais provável é ninguém a ler... lool. Mas não faz mal...
.
Ora este senhor é o vocalista dos The Verve... Esta música é de um dos seus álbuns a solo, o Human Conditions. Uma vez, o Noel (dos Oasis, 'tá claro....) disse que o Richard era um génio da música. Eu concordo... E visto que os DZRT disseram que ao fazer downloads ilegais estávamos a contribuir para o fim dos seus concertos, toca lá a dar uso ao Emule ou programas similares e sacar o som, fáxavor! =D
.
Das músicas que já ouvi, esta é a minha favorita... A letra diz-me algo sobre mim... E para eu realmente amar uma música, isto tem de facto de acontecer.
.
Para quem anda desanimado copm a vida, sugiro a Check the Meaning, do mesmo autor e do mesmo álbum... Para recarregar a bateria da vida (como diz o amor...), não há música melhor...
.
*Obrigada ao Yellow Love por, mais uma vez, me ter 'apresentado' uma música com M grande. Amo-te para sempre*

 
body {